quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

EU SOU ASSIM

Eu sou assim
O vento que sopra
As ondas do mar
Que vão e vem
Feito a saudade
Eu sou assim
A chuva que cai
As nuvens que passam
Sou a luz, a escuridão
Feito a sombra.
Eu sou assim
O desejo e o medo
A semente e a flor
A angustia e a dor
Feito a solidão
Eu sou assim
O silencio e o som
A imagem, o real
A poesia e a ironia
Feito o impossível
Eu sou assim
A tristeza e a felicidade
O abraço e a saudade
Sou a lágrima e o choro
O brilho de um sorriso
Feito o infinito
Eu sou assim
Sou o que te corrói
O que te constrói
O que te faz sonhar
Sou a ilusão
Feito a imensidão
Eu sou assim
Tudo que fala
Tudo que cala
E mesmo que você não queira
Eu sou o teu destino
Pois eu sou assim,
Assim feito o amor!
Fabrício Colombo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário