terça-feira, 1 de março de 2016

MINHAS PALAVRAS

Nessas palavras
muitas vezes embaralhadas
escondidas em mistérios
ocultos segredos
e muitas vezes os medos.
Nessas palavras
o sonho de poeta
lembranças dos amores
palavras que curam as dores
quem sabe, visões de profeta.
Minhas palavras
companheiras de solidão
construtora de ilusões
alegria de escrever
parceria do meu viver.
Palavras
que querem ser
a busca de entender
tentativas de explicar
querendo me revelar.
Minhas palavras
escritas com simplicidade
buscando felicidade
rabiscadas ao vento
procurando enganar o tempo!
Fabrício Colombo

Nenhum comentário:

Postar um comentário