quarta-feira, 2 de março de 2016

OS FILHOS DO SILÊNCIO

Para que tentar achar palavras
Que não precisam ser achadas
Pois não precisamos explicar
E muito menos falar
Para que se cansar de tanto pensar
No que dizer se não precisa ser dito
E para que vamos gritar
O que não precisa ser ouvido, apenas sentido
Não precisamos de som
Eu quero nós frente a frente
E em silêncio vamos voar
E calados nos amar.

Fabrício Colombo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário