terça-feira, 5 de abril de 2016

DE TODAS AS FLORES

Há muito tempo atrás eu conheci uma flor
E com ela vivi os momentos mais belos
E inesquecíveis da minha vida.
Essa flor não tinha espinhos
Era só carinhos
E um aroma que eu jamais esqueci.
E a razão de tê-la perdido
Até hoje não compreendi.
Bem que eu tentei
Mas é impossível esquecer
E nessa saudade que me enlouquece
No meu coração ela cresce.
O perfume eu sinto, ainda está no ar.
Muitas outras fores conheci
Mas jamais como aquela
Com sua beleza, seu carisma.
Em todos os jardins eu procurei
Mas em nenhum eu encontrei.
Talvez lágrimas possam fazer ela voltar
Acho, mais fácil tentar com um sorriso.
Mas o sol já se escondeu
As luzes se apagaram
E só me restou uma certeza, pode crer
A mais pura que eu posso dizer
De todas as flores que eu já conheci
Você ainda é a mais bela!

Fabrício Colombo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário