sábado, 23 de abril de 2016

HOJE

Hoje eu não te vi
por isso, talvez não sofri.
Hoje eu não te vi, 
não vi o teu sorriso,
não ouvi a tua voz,
não olhei no teu olhar.
Hoje eu não te vi,
por isso talvez, não sorri.

Fabrício Colombo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário