quinta-feira, 28 de abril de 2016

ILUSÕES

Ilusões são como um sonho de verão,
passa com o tempo
e vai embora com o vento
se perde no passado
e de vez em quando é lembrado
na saudade que se faz
ou numa roda de cerveja que extrapola
o que estava preso lá dentro
de repente sai pra fora.
Ilusões são canções
que a gente ouve
que a gente canta
para espantar os males
sorrir um pouco mais
e acreditar que amanhã
o sol vai brilhar mais forte
e a felicidade vai estar, logo ali,
ao dobrar da primeira esquina.
Ilusões são paixões
que se perdem e se encontram
ao clarear da lua
de repente vão embora
ficam guardadas no fundo da gaveta
recordações de uma noite,
de uma vida
das verdades e mentiras
Ilusões
são como previsões
as vezes a gente acerta,
as vezes a gente erra.
Fabrício Colombo

Nenhum comentário:

Postar um comentário