segunda-feira, 25 de abril de 2016

MAIS UMA VEZ

Por que não fiquei só com aquele breve momento
Não tinha que sonhar outra vez
Pensar que vai ser diferente
Pois não quero ter medo deste sentimento
Não quero a dor novamente
Não quero ver de novo o meu pranto
Quero ficar só no meu canto
Para não ter que fechar a ferida ardente
Mas não tem jeito, pelo teu olhar fui flechado
Bate mais uma vez, meu coração, acelerado......
Fabrício Colombo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário