sábado, 9 de abril de 2016

PRA SEMPRE VOU TE AMAR

A vida não nos deu a chance
De um encontro muito antes
Nós não passeamos no parque
Nem nos conhecemos em uma praça
Nem o primeiro beijo no cinema
Se quer alguma vez nos tocamos.
Nunca fomos ao baile
E nem nunca dançamos a canção
Que hoje embala essa emoção
Nunca brindamos o amor
Nem nunca o fizemos.
Por que então o brilho nesse olhar?
Onde não dá para apagar
Eu não consigo desviar
Te acompanhando
A onde teu caminhar te levar
O meu coração vai estar
Mesmo que eu não esteja lá
Você sabe, eu sei que sabe,
Pois pra sempre vou te amar.

Fabrício Colombo

Nenhum comentário:

Postar um comentário