sexta-feira, 29 de abril de 2016

UM ERRO DO DESTINO

Os nossos olhares se cruzaram
se fixaram
em uma só imagem
você em mim, eu em você.
Em nosso olhar
todo o nosso desejo
trancafiado, reprimido
em tão cruel destino
que não nos deu a oportunidade
de conhecer tão formosa flor
tão bela primavera
que em nossos sonhos
com certeza se fazem ser
tão verdadeira a dor
que em nós se faz nascer.
E os nossos olhares
continuam se olhando
cada vez mais
entorpecendo, enlouquecendo
triste destino o teu e o meu
que não nos mostrou
um lindo amanhecer
e que nos deixou no frio
desse anoitecer.
Fabrício Colombo

Nenhum comentário:

Postar um comentário