sábado, 30 de abril de 2016

VERSÕES DE UM PENSAMENTO, CONTRADIÇÕES DE UM PENSAMENTO


E quem vai entender, e quem de nós vai querer explicar. O que um dia foi sorriso e hoje é lágrima, o que ontem era ternura, e de repente amanheceu mágoa. É, talvez explicações não existam para esse sentimento que se contradiz em seus pensamentos. Por que turo era felicidade e agora parece ter sido maldade. O Universo é complicado, mas é mais complicado querer compreender uma bela história que se transforma em uma triste realidade.

As palavras nem tudo dizem. E as frases que eram para ser ditas se perdem no silêncio. E o que algum tempo a trás era cumplicidade, como em uma passe de mágica se torna adversidade. Que coloca em campos opostos quem tanto jogou no mesmo time, suou a camisa e disse não haver momento mais sublime. Enganos acontecem, planos são feitos e desfeitos todos os dias, pois as opiniões mudam e os sentimentos se transformam.
E os amigos quem poderia prever, no decorrer do caminho, por motivos banais viram inimigos. Os sonhos que eram iguais tropeçam nas pedras do caminho, ficam presos nos espinhos e os corações batem desiguais. Mas quem vai entender o coração que vive pelas emoções e de vez em quando até ouve a razão. E quem vai querer explicar a dor de amar, quem amou sabe, mas não saberá dizer, ou melhor, em silêncio vai querer ficar, pois as cicatrizes feitas pelo tempo não fecham as feridas por dentro. E realmente não dá para entender, não dá para explicar, que é só amando novamente é que as feridas vão fechar. E de novo quem explica, os corações vão ser iguais. Quem ama sabe, mas não explica e nem entende as versões desse sentimento que se contradizem no pensamento.
Fabrício Colombo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário