terça-feira, 3 de maio de 2016

AMOR DE VERÃO

Eu não sei como aconteceu
Esse amor de verão
Que com as ondas do mar chegou
E nas asas da gaivota voou
Nesse nascer do sol
Que depois se pôs
Na lembrança que ficou
Isso não dá para apagar
Pra sempre vou lembrar
Desse sorriso
E o seu jeito de encantar
Com apenas um olhar
Que apagou a luz do luar
Esse amor de verão
Foi bom e esta em mim
Foi felicidade
Que agora me mata de saudade.
Fabrício Colombo

Nenhum comentário:

Postar um comentário