quinta-feira, 9 de junho de 2016

ESCREVI

Escrevi tanta coisa
Tantas coisas por ti
Lembranças que não tive
Saudade que existe
De sonhos que não tenho mais
Tempo que ficou pra trás
Tempo que nunca parou
Nem quando o olhar se fechou

Fabrício Colombo

Nenhum comentário:

Postar um comentário