quinta-feira, 16 de junho de 2016

NÃO EXISTEM PORQUÊS

Você pode me achar um louco
E é exatamente na loucura
Que eu encontrei
Um motivo para viver
Pois na loucura
Eu posso te ter
Mesmo que você não saiba
E não me pergunte por quê?
No amor
Não existem porquês.

Fabrício Colombo

Nenhum comentário:

Postar um comentário